Informática a Preço de Banana!

quarta-feira, 22 outubro, 2008

É isso ai galerinha, achei um site onde pode-se encontrar muita coisa barata, segue o link:

Informática a preço de banana!

Anúncios

Print-Screen no Mac?

sexta-feira, 17 outubro, 2008

Você, switcher, ou novato em MAC tá procurando que nem doido aquele botão que o teclado do windows traz, o tal do PrintScreen. Você está precisando muito daquele botão (provavelmente pra copiar uma foto do Orkut do seu amigo), por mais que existam outras maneiras você quer mesmo o tal do PrintScreen.

O que fazer?

Relaxe, acalme-se, tome uma água com açucar, volte para o MAC. Aperte os botões maça (command) + shift + 3. Pronto, uma imagem da tela será salva no seu Desktop. Mágico não?

Mas espera aí! O Mac é tão maravilhoso, porque não existe um botão PRINT-SCREEN?
Simples! Porque existe mais de um recurso de print-screen no MAC. Se você apertar maçã (command) + shit + 4 você seleciona a área que quer copiar, não precisando perder tempo com Photoshop!

As imagens são salvas com o nome ImagemX_.png (onde “X” corresponde um número que é a seqüencia do print, ou seja… o primeiro print é imagem1, o segundo é imagem 2 e assim por diante).

Esse post ficou curtinho, já que esse assunto é simples de explicar, mas é uma informação muito importante.

Abraços a todos.


Acentuar no Mac?

segunda-feira, 6 outubro, 2008

Boa tarde pessoal.

Mutos Switchers (pessoas que trocaram de Windows pra Mac) ou mesmo usuários novos em mac, sofrem com a acentuação.

O que acontece é o seguinte: A acentuação no Mac é diferente da acentuação no PC!

Ahm?
é, é isso mesmo! a acentuação e diferente (não é o seu “shift” que está com defeito).

Mas então, como eu acentuo no mac?

Simples! Alias… temos mais de uma opção.

A primeira e mais clássica é se acostumar com a acentuação do mac. No começo pode parecer difícil, mas depois você se acostuma, isso, pois a acentuação do mac (assim como o resto todo que o mac faz) é muito intuitiva.

Uma pequena listinha:

ç = option+c
˜ = option+n
ˆ = option+i
´ = option+e
¨ = option+u

Então notamos que obviamente, se queremos cedilha, é uma opção (modificação) da letra c (não ficou muito bem explicado, mas deu pra entender +- o que eu quis dizer né…).
O ~ é option+n, pois os americanos possuem um contato grande com o espanhol (por estarem tão perto do México e possuirem tantos latinos em seu território), que utiliza o “ñ” inúmeras vezes. Inclusive no nome da língua “español”.
´ pode ser explicado por no Brasil a palavra (verbo) acentuada mais usada é o “é”, não por menos né?
Para ¨ ser constuido por option+u é só lembrar que no Brasil não usamos trema em nenhuma outra letra (detalhe que o trema vai deixar de existir…).
O fato do ˆ estar localizado em option+i é por ser a última vogal que sobrou, visto que o “o” gera o símbolo do vazio (ø) e o “a” gera o “å”, coisas que poucos usam. (Na verdade eu não sei o porque disso, mas como é o último a decorar e que não tem sentido, então não custa decorar só um!, mas se alguém souber ai o porque pode comentar ^^).

bom, o outro modo é:

Baixar o layout de teclado “Brasil” e “Brasileiro”, que foi desenvolvido por um brasileiro. (Link do download).
Para instalar é simples. Baixe o arquivo, descompacte-o (se o mac já não fez isso pra você). Monte a imagem, copie o arquivo brasileiro.bundle para a pasta /biblioteca/keyboards layout (/library/keyboards layout).
Alguns dizem para reiniciar o computador, eu nunca precisei fazer isso no meu mac, mas pra garantir que ninguém vai vim me dizer que eu estraguei o mac dele. Então reinicie o seu mac. Abra o “internaciona” (international) no painel de controle, escolha o layout Brasil se seu teclado é us-international (não possui ç) ou brasileiro se seu teclado é ABNT (possui ç).

Sempre que os acentos não funcionarem certifique-se de que a fonte de entrada não voltou pro Inglês.

Pronto =) Teste acentuar como no windows!

Por último, a outra opção é baixar o layout “us-international” e seguir as instruções acima que também funcionam para este, sendo diferente apenas o nome do layout do teclado. Que nesse caso não há “brasileiro” (ABNT), apenas us-international.

Espero ter ajudado a vocês.

Abraços a todos.


Mercado Livre, porque não?

quarta-feira, 17 setembro, 2008

Boa noite pessoal.

Eu vim aqui escrever um pouco sobre o mercado livre.
Não sou nenhuma referência (ainda) na blogosfera, bem como não costumo atualizar esse blog com freqüência. Mas meus anos de experiência em informática devem valer pra alguma coisa (tô tentando descobrir o que, assim que souber eu juro que conto!). Mas porque não dar minha opinião sobre uma ferramente muito difundida no mundo digital, bem como uma mão na roda de qualquer Geek.

Eu adoro comprar pela internet! Tem coisa melhor que não perder tempo em trânsito pra ir a uma loja e comprar um produto? Quem mora em São Paulo sabe como é, nem tudo é tão perto quanto parece (o bendito trânsito acaba deixando tudo muito longe) e como as lojas só funcionam em horário comercial (básico, não?), muitas vezes não temos tempo pra ir a lojas, visto que esse horário, por ironia do destino, é o mesmo que estamos trabalhando. Sensacional, não?

Então porque não comprar pela internet?
Se você é um desses maníacos psicopatas que acham que estão sendo rastreados de todos os lados, que compra por internet não são seguras e que vão roubar a senha do seu cartão: SIMPLES! Compre por boleto bancário, faça o pagamento em uma lotérica (prefiro lotérias a bancos pela fila, alias, fila é algo que o brasileiro adora né? Devo ser de outro planeta.) e pronto! Seja feliz esperando o seu produto chegar em casa. O mais magnífico é que você não precisa nem estar em casa (no caso de quem mora em prédios), o porteiro mesmo recebe, e quando você chega do trabalho (nem esperando que isso ocorra, lógico) lá vem o porteiro com um encomenda.
Nunca gostei tanto de papel e envelope pardo, na minha vida inteira! Juro! Ainda mais se ele vem com uma etiqueta colada e presa com fita adesiva para garantir que não caia.

Bom, muita gente tem receio do mercado livre. Pois saibam que o mercado livre mudou muito, hoje é muito mais segura do que a anos atras.

Mas como fazer uma boa compra?
Simples. Busque o que você quer (não seja tão categórico, lembre que há muitos vendedores que não colocam o nome completo do produto em seus anúncios, portanto faça várias buscas com termos diferentes, mas ligados entre sí), escolha a listagem de produto por menor preço (o mais legal do mercado-livre é que há produtos muito mais baratos que em lojas convencionais), escolha o vendedor com uma reputação boa (não precisa ser o melhor do mercado livre, mas qualificações positivas a cima de 75% e mais de 100 qualificações já são um bom índice). Na dúvida verifique as qualificações do usuário, num custa nada e você pode evitar várias dores de cabeça.

SEMPRE PERGUNTE QUAL O FRETE! os preços dos anúncios raramente cobrem o frete. Mas acredite, o frete sai muito mais barato que buscar o produto (ao menos que você vá de metro, a pé ou se teletransporte). Mas no quesito segurança, buscar o produto em mãos é uma boa opção.

CLIQUE EM COMPRAR APENAS UMA VEZ! Se sua conexão é lenta, o site do mercado livre não tem muito o que te ajudar. Se clicar em comprar mais de uma vez serão vendidos mais de um produto e pelas normas do mercado livre você terá que pagar por todos.

ANGARIE QUALIFICAÇÕES POSITIVAS! Honre suas compras e vendas, é o melhor jeito de se tornar um bom usuário do mercado-livre e com isso facilitar as coisas para o seu lado.

OFEREÇA CONTRA PROPOSTAS! Pechinchar não é crime e o brasileiro tem o mau hábito de não fê-lo. Só lembre-se que a proposta tem que ser viável para ambos os lados. Mas PELO AMOR DE DEUS faça isso antes de clicar em comprar.

RASTREIE SUA ENCOMENDA! Ainda mais quando o prazo for longo, é bom saber como vai seu pacote maravilhoso.

RECEBA EM CASA E SEJA FELIZ! Venda concluída. Não se esqueça de qualificar o vendedor depois da compra, é importante para os outros usuários do mercado-livre.

Outra coisa legal do mercado livre é que há uma opção de pagamento que chama MERCADO PAGO, onde você só libera o pagamento após receber o produto em casa. Nessa modalidade você pode pagar pelo cartão de crédito, inclusive.

Bom pessoal, eu já fiz várias compras no mercado-livre. Acho uma ótima ferramenta (quando bem utilizada, e vocês viram que não tem muito segredo) e que só vem nos ajudar! Nunca comprei nada de grande valor (até mesmo porque não sou um cara de grandes posses), mas já comprei processadores e inclusive minha última aquisição foi uma HD externa (para fazer backup e formatar meu computador).

Bom, acho que é isso…
Caso você ainda tenha alguma dúvida, queira uma dica, ou só queira me encher o saco, utilize o espaço de comentários. Responderei com o maior prazer.

Até logo, abraço a todos.